07 Personagens Literários Marcantes

personagens

Eles são um paradoxo, afinal, nunca existiram, mas jamais deixarão de influenciar a sociedade.

Foram marcos de épocas, estilos, conceitos, gêneros, desenhos sociais perfeitos, ou imperfeitos. A verdade é que alguns personagens literários são tão lendários, que se tornam marcos históricos, vamos conhecer alguns deles? 

01- Sherlock Holmes – Arthur Conan Doyle 

Elementar, meu caro Watson! 

Em uma série de livros, Sir Conan Doyle criou o investigador mais famoso, eficiente e prático, do século XIX, conhecido por desvendar os mais variados mistérios com raciocínio rápido e lógico, além de um senso dedutivo inigualável, na companhia do seu melhor amigo, o nobre Dr. Watson. 

Atualmente, A 221B Baker Street, em Londres – Inglaterra, residência oficial do personagem nos livros, é umas das ruas mais famosas do país e tem um museu em homenagem ao detetive mais querido e admirado da literatura mundial. 

02 – Drácula – Bram Stoker 

O romance eternizou a figura do vampiro no cenário literário (cinematográfico e artístico) do terror. Ao contrário do que muitos pensam, a obra não caiu no gosto popular de imediato. Seu reconhecimento veio no século XX e consolidou-se como referência para inúmeras obras que vieram depois. 

No romance epistolar a figura do Conde Drácula, cercado por mistérios e sagacidade, é apresentada nas cartas do jornalista Jonathan Harker, principal “vítima” da criatura. 

Diversas adaptações cinematográficas já foram produzidas e o Conde segue vivo no imaginário popular. 

03 – Robin Hood – (As Aventuras de Robin Hood) – Alexandre Dumas

O defensor dos mais fracos, dos oprimidos, a resistência contra a tirania. Quem nunca ouviu falar do ladrão que roubava dos ricos para dar aos pobres? 

Antes de continuarmos, é preciso dizer: Robin Hood NÃO é uma criação de Dumas, é uma lenda. O que Dumas faz é reunir a lenda com pesquisas e dados históricos, para então construir o personagem. 

A obra original foi lançada em dois volumes e apresenta, Robin, um pouco do seu aparecimento misterioso e de sua família adotiva, dos seus amigos e outros moradores da famosa Nottingham, bem como o inimigo do povo.

No segundo volume, vemos a evolução do menino para o herói que as obras cinematográficas também amam reapresentar. 

04 – Romeu e Julieta – William Shakespeare 

A tragédia mais famosa escrita por Shakespeare. Que apesar de todo o peso dramático e das críticas mais profundas, ficou marcada pela luta do jovem casal, Romeu Montecchio e Julieta Capuleto, para viverem o amor em meio à uma rixa antiga entre as suas famílias. 

A obra inspirou inúmeros romances, obras cinematográficas e outras obras teatrais. 

05- Elizabeth Bennet – Orgulho e Preconceito – Jane Austen 

O romance é considerado um dos mais populares do mundo e sua protagonista, Elizabeth Bennet, inspira personagens femininas fortes e decididas até os dias de hoje.

A garota que não aceita menos que o melhor do amor e ser tratada como uma igual pelo alvo de sua paixão, Mr. Darcy, não aceita se casar por convenções sociais ou acordos matrimoniais e muito menos aceita o silêncio de sua inteligência, é considerada a personagem mais marcante das obras de Austen.

Orgulho e Preconceito inspira filmes, tabloides, novelas e todos os tipos de manifestações artísticas. 

06 – Capitu – Dom Casmurro – Machado de Assis 

A mulher com olhos de cigana oblíqua e dissimulada, responsável pelos melhores anos da vida de Bentinho e também de seu declínio, inspira a grande pergunta do mundo literário nacional: Afinal, Capitu traiu ou não traiu Bentinho? 

Em Dom Casmurro conhecemos a visão do protagonista solitário ao contar os fatos de sua vida, suas inseguranças e ciúme, principalmente, o protagonista tenta convencer o leitor de ter sido alvo de uma dupla traição, de sua esposa Capitu com seu melhor amigo, Escobar. 

Capitu já foi inspiração para personagens da teledramaturgia, para o cinema nacional e para muitas outras obras literárias desde o lançamento do romance. 

07 – Harry Potter – J.K. Rowling 

A história do menino que sobreviveu, do bruxinho órfão que descobre ser famoso e a chave para a liberdade da opressão do mundo bruxo é um feito que ainda movimenta como nunca a literatura. 

Cinema, teatro e outros autores já se inspiraram na história do bruxinho. Os livros vendem milhões de cópias todos os anos e foi uma das composições com os três atos da jornada do herói mais bem construídos de todos os tempos. 

Esse artigo é baseado no livro As 101 Pessoas Mais Importantes do Mundo… Que Nunca Viveram de Allan Lazar, Dan Karlan e Jeremy Salter.

Destacamos aqui 07 personagens, mas a lista é imensa. 

Batman, Superman, Tio Patinhas, James Bond, Megera Domada, Macbeth, Hamlet, Smeagol, Rei Arthur, Alice, Mágico de Oz e tantos outros nomes, são personagens que marcaram na literatura, cinema, teatro e TV. 

O que torna um personagem marcante, é a maneira como ele gera identificação com o leitor, telespectador ou ouvinte.

Para o autor independente, para quem realiza a autopublicação,  é essencial tirar tempo para se dedicar à construção de bons personagens. 

Lembre-se que publicar um livro é simples, mas os personagens serão os condutores de suas histórias e serão um dos pontos determinantes para cativar o leitor. 

Conheça o seu público-alvo, pesquise sobre construção de personagens e acredite muito no seu texto. 

Aproveite a lista para se inspirar! E conte com a UICLAP para materializar o seu sonho de publicar. 

07 Personagens Literários Marcantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo