Passo a Passo de Como fazer uma História em Quadrinhos e Publicar!

História em quadrinho

Se você é quadrinista, ilustrador, ou tem parceria com um artista, e gosta de HQs, muito provavelmente, já pensou em criar a sua própria história em quadrinhos. Esse artigo é para te mostrar que tem como, onde e quando publicar!

A primeira coisa a se ter em mente é que criar uma história em quadrinhos demanda tempo. Lembre-se que para criar uma história, não existe certo ou errado, só existem alguns passos essenciais para você fazer bonito!

Passo a passo para construir uma história em quadrinho: 

Crie um storyboard!

O storyboard é um esboço, um tipo de roteiro, no qual você vai idealizar a história. Para conseguir desenvolver melhor, crie o primeiro personagem e pense nele como um personagem memorável. 

Lógico que ele pode ter traços incríveis e bem pensados, mas precisa de uma personalidade que o acompanhe, situações que empolguem e características que também levem o seu leitor a se interessar pela história e por ele. 

A partir disso, comece a desenvolver a história. Não tenha pressa, pesquise, leve o tempo que precisar e, se precisar, crie um Outline para facilitar o seu processo criativo. Não esqueça que a história em quadrinhos precisa de uma excelente ambientação. Dê atenção especial a esse passo. 

Crie um bom conflito! Pense: o que o personagem principal fará? Para onde irá? Por quê? Ele será herói ou anti-herói? Por quê? O que busca? Qual o empecilho? Como esse empecilho vai impactar na trama? Por quê? 

Tomar tempo para criar um bom roteiro é grande parte do trabalho que determinará se a sua história será ou não interessante, por isso, não pule nada dessa etapa e tenha dedicação, tá?!

Dica: Procure escrever o seu roteiro como se fosse um roteiro de teatro ou cinema.

Revise seu roteiro! 

No processo de HQ (sigla de História em Quadrinhos) visual, o seu roteiro deve ter diálogos curtos que caberiam em caixas ou balões de um espaço na página ilustrada, cada desenho deve ser um suporte em ação ou explicação de cada fala, além de mostrar a ambientação que você idealizou. 

Por isso, a revisão é essencial para que o processo aconteça bem, nessa revisão você conseguirá deixar os diálogos mais interessantes e marcantes, com um vocabulário que deixe a personalidade do personagem em destaque. 

Divida esse processo com outras pessoas e saiba ouvir críticas para melhorias, essa revisão de roteiro demanda tempo. 

Determine a quantidade de painéis que você usará para cada ação, procure não encher a página de uma história de painéis ou caixas de diálogo, os leitores têm dificuldade de processar uma página de HQ cheia de informação demais. De preferência, crie no máximo 08 painéis por página. 

Crie painéis para ter uma visão do seu storyboard.

Após tomar as decisões de construção de roteiro mais importantes, é hora de fazer um primeiro esboço. Esse esboço vai te ajudar no produto final, aqui, você vai conseguir entender quantos painéis serão necessários mesmo em cada página, os tamanhos, disposições e ordem.

Para facilitar o processo, você pode ver, ou usar, os modelos prontos de páginas de painéis, disponíveis na internet, como o Witty Comic http://www.wittycomics.com/ (inglês)-a página está em inglês, mas pode te dar uma ideia do que fazer.

Dica: Em todos os processos, pense no seu leitor.

Use modelos de HQ em branco e programas digitais na criação. 

Existem muitos modelos na internet, como no site Witty Comic, já citado, você tem acesso a alguns modelos que podem te ajudar a não errar na construção da sua HQ e a não errar os tamanhos.

Lembre-se que ilustrações em preto e branco são muito usadas pelos quadrinistas e destacam ainda mais os traços dos desenhos e ilustrações. 

Faça o teste criando uma HQ simples para ver se sua ideia dará resultado. Embora a maioria dos programas limite a criatividade do quadrinista, servem como um exemplo prático para nortear o processo. Pixton, Strip Generator e Make Beliefs são alguns exemplos. 

Agora, para o momento da grande criação, use programas de alto padrão, para garantir que a sua HQ sairá caprichada! Os quadrinistas em geral, usam alguns programas como Adobe Ilustrator, ArtRage, Affinity ou Procreate. Esses softwares permitem desenhar cada painel individualmente e redimensionar imagens, assim como cuidar de detalhes especiais e redistribuir as dimensões, de acordo com a proposta. Dá trabalho, mas o resultado é incrível! Nessa etapa, uma mesa digitalizadora faz a diferença. 

Escolha o modelo de publicação e publique! 

Tudo pronto, arte e roteiro criados, projeto finalizado e chega o momento de publicar. Muitos artistas independentes fazem divulgação por meio da internet. E a gente vai te dar a dica de ouro aqui: 

Use o melhor dos dois mundos! Divulgue mesmo o seu trabalho pela internet, mas publique a sua HQ! 

Aqui na UICLAP você pode escolher o modelo em preto e branco que melhor favoreça a sua arte ou, caso queira, pode fazer colorido, tudo vai do seu orçamento e do que idealizou para o seu projeto. 

Você pode escolher o tamanho, um acabamento de capa que valorize a ilustração principal e, o melhor de tudo, escolher o quanto quer ganhar! 

Faça um planejamento para realizar a compra em lote, assim você poderá realizar um super lançamento, participar de feiras independentes mostrando sua arte e comercializar cópias autografadas exclusivas para quem te acompanha pelas redes sociais e no cotidiano. 

Não engavete o seu sonho de publicar, a gente materializa ele pra você. Ser um artista pode não ser fácil, mas você sempre pode contar com a UICLAP para facilitar o processo de publicar! 

Crie histórias, conquiste leitores e divulgue seu trabalho da melhor maneira que existe: com um exemplar impresso!

Passo a Passo de Como fazer uma História em Quadrinhos e Publicar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo