Desmistificando as normas ABNT

Normas ABNT

Muita gente só fala das normas ABNT quando é necessário escrever um artigo acadêmico, artigo científico, fazer um trabalho de graduação ou um TCC, mas quase ninguém fala sobre o que significa este órgão de normas e para quais setores é também importante.

O Que Significa ABNT?

Associação Brasileira de Normas Técnicas, a ABNT, foi fundada em 1940 com a função de administrar as normas técnicas do Brasil em diversos segmentos, como indústria, comércio, pesquisa científica, produção, biodiversidade, nanotecnologia, tecnologia avançada, entre outros. 

Por meio da formação de normas, é possível realizar a coleta de dados e a qualificação de muitas áreas, com maior precisão. A exemplo, as normas da ABNT ISO 9000 regulam vários padrões do setor alimentício, garantindo que o consumidor receba o produto com qualidade e exigências que seguem um padrão. 

No caso da escrita acadêmica e das regras para envios de esboços (neste ponto cabe também os textos literários) seguir as normas técnicas estabelecidas, permite que as referências sejam encontradas com facilidade, artigos não sejam retirados de contexto e os padrões facilitem os processos editoriais subsequentes.

O Que São as Normas Técnicas?

Norma técnica é um documento publicado por um órgão credenciado ou reconhecido pela ISO, no caso que citamos neste artigo, a ABNT. Ela dita padrões, medidas, regras, documentação, validação, procedimentos e diretrizes para a criação ou produção de determinados materiais.

Não servem apenas para determinar margens em documentos e pesquisas, serve para estabelecer um padrão de avaliação justo, que considere o esforço na produção e na pesquisa. Reafirma a necessidade de embasar as pesquisas em dados sólidos e referenciados, isso permite estudos mais coesos e estruturados. 

Isso significa que uma pesquisa acadêmica pode ser aceita internacionalmente, pode abrir campo para mais estudos a partir do artigo criado e pode servir de referência futura ao segmento para o qual se destina. 

No Brasil essas normas técnicas são obrigatórias apenas na produção de materiais de artigos científicos pertencentes a instituições de ensino. Ainda assim, as instituições não têm a obrigatoriedade de aderir às normas. Entretanto, em alguns países as normas são obrigatórias. É importante salientar que o não cumprimento das normas estabelecidas pela ABNT podem dificultar a inserção de um serviço, acarretar na recusa de um material ou documento, por estar “fora dos padrões”.

As normas técnicas da ABNT são muito importantes, podem garantir o sucesso, inclusive, de ações diplomáticas. Como criam um padrão de excelência, é essencial observá-las e entendê-las para validar o serviço prestado, o estudo realizado e para que as instituições trabalhem com um padrão internacional. 

Conheça um pouco mais sobre a ABNT aqui:

Norma técnica é um documento publicado por um órgão credenciado ou reconhecido pela ISO, no caso que citamos neste artigo, a ABNT. Ela dita padrões, medidas, regras, documentação, validação, procedimentos e diretrizes para a criação ou produção de determinados materiais.

Não servem apenas para determinar margens em documentos e pesquisas, serve para estabelecer um padrão de avaliação justo, que considere o esforço na produção e na pesquisa. Reafirma a necessidade de embasar as pesquisas em dados sólidos e referenciados, isso permite estudos mais coesos e estruturados. 

Acredite, para além de determinar como deve ser realizada a formatação textual de um material, as normas garantem a validação do que é produzido. Isso significa que uma pesquisa acadêmica pode ser aceita internacionalmente, pode abrir campo para mais estudos a partir do artigo criado e pode servir de referência futura ao segmento para o qual se destina. 

No Brasil essas normas técnicas são obrigatórias apenas na produção de materiais de artigos científicos pertencentes a instituições de ensino. Ainda assim, as instituições não têm a obrigatoriedade de aderir às normas. Entretanto, em alguns países as normas são obrigatórias. É importante salientar que o não cumprimento das normas estabelecidas pela ABNT podem dificultar a inserção de um serviço, acarretar na recusa de um material ou documento, por estar “fora dos padrões”.

As normas técnicas da ABNT são muito importantes, podem garantir o sucesso, inclusive, de ações diplomáticas. Como criam um padrão de excelência, é essencial observá-las e entendê-las para validar o serviço prestado, o estudo realizado e para que as instituições trabalhem com um padrão internacional. 

Conheça um pouco mais sobre a ABNT aqui: https://www.abnt.org.br/

Regras Gerais Para Monografias e TCC:

As regras costumam ser as mesmas para monografias e TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Tenha em mente que estes trabalhos consolidam todo o conhecimento adquirido durante o curso. 

A ABNT permite que as ideias sejam apresentadas com lógica, de maneira coerente e direta. Essas normas acompanharão a sua trajetória acadêmica. Aqui falaremos um pouco sobre os elementos textuais obrigatórios. 

Elementos pré-textuais obrigatórios: 

  • Capa
  • Folha de rosto 
  • Resumo 
  • Sumário 

Elementos pré-textuais que não são obrigatórios:

  • Dedicatória
  • Agradecimentos
  • Epígrafe
  • Lista (tabelas, ilustrações)
  • Abstract (resumo ou apresentação do trabalho)

Importante: Esses itens não podem estar em páginas numeradas, porém serão contabilizados com o todo.

Elementos textuais obrigatórios:

  • Introdução 
  • Desenvolvimento
  • Conclusão

Elementos pós-textuais obrigatórios:

  • Bibliografia
  • Anexos e apêndices

Formatação ABNT:

A padronização ajudará na validação das informações, conforme explicamos anteriormente. Para essa parte, são considerados aspectos como: estrutura dos tópicos, espaçamento, margens, fonte. 

Margens: Esquerda e superior com 3 cm / Direita e inferior com 2 cm.

Fonte: Arial ou Times New Roman, com tamanhos específicos para cada finalidade. 

Tamanho: Tamanho 12 para texto; tamanho 14 em negrito para títulos; tamanho 10 para citações e notas de rodapé. A cor da fonte deve ser sempre preta. 

Texto: deve ser justificado. 

Espaçamento: de 1,5 no texto; espaçamento de 1,0 para citação longa e parágrafo de 1,25.

A capa deve seguir com as seguintes informações: 

Nome da Instituição; curso; autor; título; cidade e o ano de execução. Seguindo a especificação da NBR 14724, a mesma NBR ajuda a elaborar a paginação. 

Para quem não conhece as normas ABNT, NBR são as normas técnicas disponíveis em um catálogo de padronização textual. Cada parte do projeto, seguirá uma norma técnica. O catálogo fica disponível no site da própria ABNT (https://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=10145)

Dica: Antes de darmos sequência, algumas dicas podem ajudar a normalizar e deixar o seu trabalho ou pesquisa acadêmica bem estruturados. Escolha bem os seus argumentos, a sua argumentação será o ponto central de reconhecimento do seu projeto. Construa o seu argumento embasado em dados (históricos, especificações, citações e dados estatísticos) e seja objetivo ao escrever o seu texto. Informações demais podem confundir os leitores.

Durante a produção do seu projeto, desenvolva suas ideias com clareza, tenha raciocínio lógico e apresente soluções. Seu estudo não pode conter apenas resumos e dados, essa foi a sua base de estudo, mas é preciso deixar claro para onde essa base te levou.

Organize as citações e referências na ABNT (NBR 6023):

Segundo as ABNT, o objetivo da NBR 6023/2018 é estabelecer “os elementos a serem incluídos em referências”. As fontes usadas na pesquisa devem ser listadas ao final do trabalho. Cada referência usada deve ser devidamente identificada ao longo do texto. 

A referência deve conter os itens obrigatórios: autor, título da obra, edição, editora, cidade e data de publicação

As notas de referência são as notas que aparecem ao rodapé do texto. Essa notas apresentam duas formas a referência e a explicativa. Podem variar conforme a orientação da instituição de ensino, mas seguem padrão estabelecido em norma para sua formatação.

As notas de rodapé indicam a fonte da informação apresentada no ponto citado.

As notas de rodapé explicativas são usadas para comentários, complementos, observações ou ressalvas que o autor deseja colocar no projeto. As notas apresentam significados de palavras, dados de pesquisas informais ou entrevistas.

As regras para compor as citações também variam. As citações podem ser feitas como: citação direta longa; citação direta curta, citação indireta, transliteração. 

Criando o sumário com as normas ABNT: 

A norma técnica para sumário é a NBR 6027, o sumário deve conter: 

  • Título e subtítulos dos elementos do texto.
  • Página de início de capítulo — e todo capítulo deve iniciar em nova página. 
  • Os capítulos devem aparecer em negrito, caixa alta. Os subtítulos ficam sempre abaixo, fonte padrão. 

Sobre a fonte: deve ser a mesma usada nas sessões.

Bibliografia: 

A bibliografia é item obrigatório e de peso para as instituições. 

É na bibliografia que listamos as fontes de pesquisa usadas ao longo do projeto. Além de sites, artigos, revistas acadêmicas ou literárias e livros, anexos e apêndices também podem complementar as referências das pesquisas. Assim como o uso de mapas, ilustrações, relatórios ou entrevistas. 

Dica: anote as referências bibliográficas enquanto produz o seu material. Como os projetos variam de tamanho, ter o cuidado com as anotações ao longo da elaboração é imprescindível.

Atente-se sempre aos detalhes das normas ABNT. 

Vamos alistar algumas normas para que fiquem de olho ao compor um trabalho, artigo, TCC monografia ou pesquisa:

Por que a padronização é importante?

Independentemente da instituição, curso ou região do país onde o seu projeto é elaborado, terá dados precisos, poderão ser usados em novos estudos e pesquisas. Este é um ponto fundamental para a elaboração de um bom trabalho acadêmico: seguir exigências que o tornem excelente. 

Atenção: tenha muito cuidado com o bom uso da língua portuguesa, e atenção na revisão do seu projeto. Se puder contar com profissionais para realizar revisão, diagramação e criação da capa do seu projeto, faça isso. 

Muitas instituições disponibilizam alguns trabalhos de alunos anteriores ao do ano exigido para que sirvam de modelo aos novos. Ter domínio da norma culta e uma revisão acurada, valoriza ainda mais a informação, contribuindo significativamente para a importância e relevância da pesquisa.

Você pode optar por apresentar ao corpo docente ou à banca para a qual o projeto será apresentado, cópias impressas. Por meio da UICLAP você pode realizar a publicação da sua pesquisa em formato físico, de maneira rápida, prática e que pode te render ainda mais prestígio na apresentação do texto. 

A autopublicação é um recurso excelente para quem deseja publicar suas pesquisas e estudos desenvolvidos na carreira acadêmica. Esta é a oportunidade de materializar mais este objetivo. Permitir que outras pessoas tenham contato com o seu texto, elevando ainda mais o seu nome no setor que desejar.

Conte com a UICLAP para realizar o seu sonho de publicar um livro, de maneira prática. 

A UICLAP é uma plataforma que democratiza a publicação, venda, produção e distribuição de livros impressos e conecta o autor diretamente ao mercado.

 

Desmistificando as normas ABNT

2 pensou em “Desmistificando as normas ABNT

  1. A UICLAP, está de parabéns pelo o trabalho efetuado com os seus
    escritores. Eu particularmente, estou muito feliz e espero que essa parceria venha se prolongar e com tempo, agente venha realizar mais sonhos.
    Feliz Natal e Próspera 2022….Para todos nós 🙏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo