Conheça o Método Snowflake

Um método criativo que pode te ajudar a construir histórias

Obviamente, um escritor conta com o planejamento e com a criatividade para escrever a sua história, mas para ajudá-los no processo criativo, alguns métodos são eficientes e podem ser decisivos no andamento da construção narrativa. 

Randy Ingermanson criou este método a partir da observação de um Snowflake (floco de neve). O processo de escrita é baseado no floco de neve desde a sua formação no grão de poeira – para o autor, a poeira é a ideia – até a forma final do cristal. Randy salienta que um floco de neve, nunca será igual ao outro. Assim como um livro, por mais parecido que seja, não é igual ao outro. 

Portanto, mesmo que o método seja usado partindo de uma mesma ideia, o resultado final será sempre único. 

Fundo vetor criado por rawpixel.com – br.freepik.com

O Método Snowflake funciona como um organizador de ideias e etapas, para que você possa observar o todo sem se perder ou esquecer partes importantes da sua construção narrativa. 

Para autores independentes que optam pela autopublicação, o método pode ser de grande ajuda a melhorar a sua escrita, conseguir construir uma história sólida e que vai cativar o leitor. 

Vamos ao passo a passo? 

Rascunhe tudo o que você pensou, não se apegue a detalhes em nada, só coloque a ideia que teve no papel. Sim, assim de qualquer jeito. Esse rascunho vai servir de ponto de partida. 

Escreva em uma frase o resumo da sua história. Isso mesmo, você não leu errado. Tome o tempo que precisar, mas escreva uma frase que resuma a sua história. 

Exemplo: A menina que precisa atravessar a floresta com uma cesta de alimentos para ajudar a avó enferma, passando por todos os riscos da floresta e seus animais.  

Dica: Quanto mais resumido, mais fácil. 

Transforme a frase em um breve resumo, curtinho mesmo, com começo, meio e fim da sua história. Pense nesse texto como uma apresentação breve do que virá. 

Procure construir esse parágrafo em cinco frases, nas quais você pode abordar: local de partida e pano de fundo / acontecimentos principais / conflito principal e final. 

Agora que já tem um parágrafo, vamos ampliar a ideia. Vamos pensar nos personagens, os principais condutores de qualquer enredo. Você deve reservar tempo para essa parte. 

Pense em um por um dos personagens principais e para cada um, tome tempo de criar os seguintes itens: 

Nome

Frase que vai definir este personagem (longline) 

Motivação 

Objetivo (o que ele quer de verdade?)

Conflito (o que vai impedir que ele alcance o objetivo?)

A grande descoberta/ Epifania (como ele vai descobrir que pode resolver tudo?)

Crie um parágrafo resumindo a história deste personagem (um tipo de backstory). 

Lembre-se de fazer isso para cada um dos personagens principais.

Vamos expandir ainda mais. Pegue as frases do passo 03, para cada frase, crie um parágrafo inteiro, todos à exceção do último parágrafo, devem terminar mal, em conflito, desastre, fracasso. Para a última frase do passo 03, construa um parágrafo contando como a história termina. 

Observe o que criou até agora, você tem um resumo e tanto do seu livro. Pode, inclusive, te servir de sinopse. 

Voltemos aos personagens. Com tudo o que você criou no passo 04, escreva uma sinopse de uma página inteira para cada personagem principal e use meia página para os personagens secundários.

Lembre-se de fazer com que a história destes personagens esteja de acordo com o enredo que criou. Leve o tempo que precisar. 

Vamos expandir ainda mais o enredo. Pegue a folha, ou o arquivo, em que escreveu o enredo e para cada parágrafo que você criou, crie uma página inteira, detalhe mesmo. 

Se precisar rever o que criou, refazer, mudar partes, faça isso, lembre-se que você está criando uma história e o processo leva tempo. 

Hora de detalhar os personagens, conte tudo sobre eles, inclusive o momento em que a história irá mudá-los, ou vai mudar o rumo. Não tenha pressa. 

Por favor, se divirta no processo. 

Pegue tudo o que construiu no item 07 e faça uma lista de todas as potenciais cenas que precisa criar para chegar no final da sua história. 

É importante que elenque cada cena em uma frase apenas. Essa é a parte mais difícil do processo, mas vai te ajudar a evitar o bloqueio criativo. 

Lembre da lista que faz para o mercado. Siga esse padrão. 

Dica: para facilitar o processo, você pode criar uma planilha ou uma tabela e elencar o que criou de enredo e de personagens, para não se perder. 

Criado tudo isso, pegue a cena e escreva para ela um conflito. Como vai acabar essa cena? Por quê? 

Se precisar escrever um diálogo, escreva, mas não o detalhe ainda. O objetivo é o conflito. 

Chegamos! Hora de reunir esse resumão lindo e escrever!

A hora de sentar com tudo organizado e deixar a sua imaginação correr solta na história que você criou. Quando terminar este passo, você terá o seu primeiro esboço da sua história. Você conseguiu escrever um livro!

Esse método pode te ajudar a organizar as suas ideias, expandir sua visão e até de dar itens para pesquisar. Conte com a UICLAP para materializar o seu sonho de publicar. 

Não sabe quais passos dar para a publicação depois da criação? Clique aqui e veja como é fácil publicar um livro sem burocracia. 

Conheça o Método Snowflake

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo