O que é ISSN?

ISSN

O ISSN (International Standard Serial Number), é o código de identificação de publicações em série ou periódicos como jornais, revistas e periódicos científicos. 

O registro assegura que o periódico será único, é a validação de exclusividade e especificidade da publicação, por meio do qual é realizado a catalogação e a garantia de veiculação da revista científica, artigo jornal, periódico, etc. 

Basicamente o registro é o código de barras que torna exclusiva a publicação, ainda que haja outra com o mesmo nome. 

Apenas os materiais publicados com frequência e que tenham as especificidades mencionadas é que recebem o ISSN, ele acompanha o documento para sempre, não pode ser transferido para outro material e sempre vai aparecer quando o documento for reproduzido. 

Para solicitar o registro é preciso seguir as formatações exigidas no Centro Brasileiro do ISSN (CBISSN). 

Siga as instruções, leia todo o material disponível para o registro. No site do CBISSN você encontra as especificações para a publicação impressa e para a publicação eletrônica. Os valores estão disponíveis no site e podem variar de acordo com o tipo de publicação. 

Mas o que é uma Revista Científica? 

São publicações periódicas que se dedicam à pesquisa acadêmica com embasamento científico. 

Essas pesquisas auxiliam nas descobertas de dados importantes para a evolução da sociedade, suas características e necessidades. Validam importantes dados e permitem avanços em todos os âmbitos. 

Vale lembrar que aqui no Brasil é necessário que o estudante, graduando, pesquisador e afins, tenha o currículo registrado no Currículo Lattes para facilitar a validação da participação. 

As revistas científicas também ajudam a enriquecer o currículo acadêmico de quem participa da publicação, pesquisa e escrita dos artigos. Essas publicações vão ajudar nas horas extracurriculares exigidas pelas instituições de educação superior. Além disso, serão de imensa importância para quem resolve participar de processos seletivos para mestrado e doutorado. 

Atualmente, a veiculação da maior parte das revistas científicas é feita online. 

Para publicar um artigo em uma revista científica é preciso estar atento ao seu campo de estudo e às exigências feitas pelas revistas de sua área. Conte com a ajuda de um professor para o processo de orientação, revisão e para ajudar a fundamentar o artigo. 

Leve em conta que uma pesquisa vai demandar tempo e as instituições de ensino superior estão prontas para auxiliar seus alunos no processo. O objetivo central de um artigo científico é reunir dados, análises e interpretações válidas para o campo de estudo ao qual são dedicadas. 

Como submeter um artigo a uma revista científica? 

Existem muitos periódicos em circulação, é preciso observar o que mais se adequa à sua linha de pesquisa. Tenha bem em mente o que quer com o seu artigo para escolher corretamente. Conte com a ajuda de professores, outros acadêmicos ou colegas mais experientes para decidir corretamente. 

Faça uma pesquisa vasta, para isso, use o Google Scholar a seu favor. Ele é parecido com a busca do Google, mas a sua ênfase é para pesquisas científicas. Caso deseje realizar uma submissão de artigo internacional, o site SciELO (Scientific Electronic Library Online) será de grande ajuda. Conte também com o acervo do CAPES para pesquisar os periódicos que mais se adequam ao que procuram e que estão em circulação no Brasil e em outros países. 

É importante pensar no FI – Fator de Impacto – da revista científica. Assim você consegue garantir que submeterá o seu artigo à validação de um periódico citado como referência de pesquisas ou não. 

Cada periódico segue uma linha de exigências e escolha de referências e normas. 

É muito importante que seu trabalho acadêmico siga as regras e citações de acordo com as exigências das normas ABNT e/ou APA

Garanta a credibilidade do que escreve e pesquisa, tenha referências sólidas, citações precisas e forte base de referências bibliográficas. Evite, acima de tudo, plágio. 

Caso você tenha realizado uma pesquisa, um trabalho acadêmico e queira publicar de forma independente, é importante pesquisar e realizar a formatação de acordo com a sua área de pesquisa. Isso garante padrão à sua publicação. 

Você pode, inclusive, tornar a sua publicação parte do seu trabalho durante a graduação ou durante as especializações. Por exemplo: Publicar o TCC em formato de livro, publicar sua pesquisa e dar uma cópia para cada membro de uma banca avaliadora pode ser o diferencial na sua apresentação. 

Para esse estilo de publicação, conte com a UICLAP no processo de autopublicação. A UICLAP não é uma revista científica, mas acredita no valor do trabalho realizado durante a vida acadêmica. 

O que é ISSN?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo