Marcelo Andrighetti publica livro “Farol da Solidão”

Por: Matinal Jornalismo

No dia 21 de junho o roteirista e escritor Marcelo Andrighetti lança seu livro Farol da Solidão, seu primeiro publicado no universo literário e que contará com versão impressa. O livro conta com sete contos escritos de maneira singular, misturando poesia e prosa, e lembrando o estilo de autores como Caio Fernando AbreuGabriel García Márquez e Júlio Cortázar

O lançamento oficial ocorrerá de forma online, com transmissão direta do escritório-ateliê de Andrighetti, pelo Instagram do autor, @marceloandrighetti, a partir das 20h. O livro estará disponível de maneira física no site da editora UICLAP e em formato de e-book na Amazon. 

A escolha da data de lançamento acompanha o início do inverno que, assim como os personagens do livro, representa um momento de transformação. Cada conto retrata personagens em um momento introspectivo, no qual precisam olhar para si mesmos na busca de respostas para suas vidas. Ou será que estão em busca de um mundo ilusório? Quem terá que descobrir são os leitores. 

Em Farol da Solidão, Andrighetti busca brincar com a linguagem, contando histórias por meio de uma construção contemporânea e rápida, a fim de possibilitar mais espaço para que o leitor tire suas próprias conclusões e reflexões acerca do tema. O título do livro é o mesmo do último conto presente na obra. A história é inspirada em um relato que o autor vivenciou há mais de 10 anos sobre uma praia no extremo sul do Rio Grande do Sul.

Escritor desde sua adolescência, Andrighetti utiliza a literatura como ferramenta para divulgar sua voz e suas ideias, encontrando nas palavras uma forma muito particular de se expressar. As 159 páginas de Farol da Solidão são o resultado de um ano conturbado na vida do autor, mas sobretudo um reflexo de sua paixão por literatura e sua intenção de focar suas escritas neste universo.

Farol da Solidão

Farol da Solidão é um livro com sete contos onde os personagens estão em busca de algo. De si mesmos? Ou do mundo ilusório que o próprio olhar cria? Escrito de maneira poética, traz em sua essência uma literatura contemporânea, rápida, dando muito espaço para o leitor tirar suas conclusões e refletir acerca do tema.

Marcelo Andrighetti é jornalista, escritor e roteirista premiado com obras para cinema e televisão. Poeta desde os nove anos de idade, edita o universo em palavras. E nas horas vagas toca ukulele, violão e contrabaixo, além de brincar com seus dois filhos, Olívia e Cícero.

Fonte: Matinal Jornalismo

Marcelo Andrighetti publica livro “Farol da Solidão”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo