Como surgiu a UICLAP?

Como surgiu a UICLAP?

A gente não se cansa de falar, e vocês não se cansam de perguntar.

Antes de mais nada, para quem ainda tem dúvidas sobre o conceito, a UICLAP é hoje a primeira startup de autopublicação de livros impressos totalmente gratuita para o autor.

Como a UICLAP começou?

Betinho, formado em administração de empresas e pós em gestão contábil e financeira, se viu desempregado após 7 anos dedicados à uma empresa que acabava de ser adquirida por um grupo estrangeiro.

A demissão abriu espaço para a realização de um antigo sonho: Um intercâmbio para o Canadá.

Passado o intercâmbio e de volta a realidade no Brasil, Betinho se viu naquela situação de muitos currículos enviados e zero de retorno. No paralelo à busca por emprego, ele só tinha uma certeza. Queria gerar oportunidade e renda para outras pessoas para que elas não tivessem que passar pelo o que ele estava passando.

Lendo muito e conversando com amigos, ele buscava alguma brecha no mercado onde pudesse atuar.  O que ele via: grandes livrarias fechando e entrando em recuperação judicial, editoras quebrando, autores “apanhando”, li-te-ral-men-te!

Foi um ano estudando o mercado editorial para perceber que a profissão “escritor” era secundária para a grande maioria. Apenas 10% dos conteúdos produzidos eram aprovados por editoras, ou seja, a grande maioria dos autores nem se quer conseguiam uma chance para publicar seu conteúdo.

Grandes autores best-sellers, tinham histórico de rejeição. Será mesmo que o modelo de negócio das editoras estava correto?

Em meio a esse cenário, algo lhe chamou a atenção! Como a AMAZON, empresa que começou sua história a partir da venda de livros, valia 1 trilhão de dólares?

Betinho sabia que ali alguma coisa estava errada e ele procurava respostas

Livros físicos teriam saído de moda?  Claramente não.  Dados indicavam a preferência dos leitores pelo papel e até crescimento em vendas.

Mas então, qual era a peça que faltava para fazer essa roda girar da melhor forma?

Aprofundando melhor no pensamento e partindo de algumas premissas, ele comparou alguns mercados:

Fotos: Por meio do instagram e facebook, qualquer pessoa pode tornar suas fotos públicas. Não há censura inicial e, se o mercado gostar, ela pode rentabilizar!

– Vídeos:  Por meio do youtube, qualquer pessoa pode tornar seus vídeos públicos. Não há censura inicial e, se o mercado gostar, ela pode rentabilizar!

– Música: Por meio do spotify, qualquer artista pode publicar suas músicas. Não há censura inicial e, se o mercado gostar, ele pode rentabilizar!

Livros: Por meio de editoras tradicionais, POUQUÍSSIMOS podem publicar. Há casos de extrema censura, e até de humilhação!

Uau!! Está aí a brecha que Betinho precisava para começar o seu negócio.

“Será mesmo que editoras tradicionais sabem avaliar de fato se seu conteúdo é atrativo ou não para o mercado? Será mesmo que, para aqueles conteúdos aprovados, é justo a editora definir preço de mercado e deixar o autor com uma margem pífia?”, se perguntava Betinho.

Com todas essas inquietações em mente, ele dividiu seu pensamento com seu amigo Rui, hoje, sócio fundador da UICLAP.

Mas quem é o Rui?

Engenheiro de Sistemas e administrador, Rui é não só um grande amigo, mas sim aquele gênio por trás do desenvolvimento dessa ferramenta mara que permite que autores publiquem seu livro de graça, precifiquem e vendam, sendo a impressão e a entrega feita pela UICLAP, e o melhor, sob demanda!

A startup nasceu oficialmente no dia 25/11/2019. De lá até esse post 7 meses se passaram e foram mais de 500 títulos publicados.

Para nós fundadores da UICLAP, são mais de 500 sonhos materializados em livro!

A jornada ainda é longa, mas juntos, ainda vamos longe. Nossa meta? Quebrar paradigmas, dominar o cenário editorial na América Latina. Tornar escritor uma profissão, de fato!

Agora que você já conhece a nossa história, queremos conhecer a sua. Venha ser um autor UICLAP e fazer parte do nosso mundo laranja.

Tem dúvidas sobre como publicar seu livro físico? A resposta que procura com certeza está aqui na nossa FAQ. Acesse, leia com atenção e fique por dentro do jeito UICLAP de publicar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.